Funcionários ocupam supermercado na zona sul de São Paulo

0
0
0
s2sdefault


Contra calote, trabalhadores do Seta Atacadista ocupam loja há uma semana na zona sul. Ato de apoio ao movimento aconteceu no Capão Redondo.

Funcionários do Seta Atacadista do Capão Redondo, zona sul da capital, estão ocupando os portões do supermercado há uma semana. O objetivo do movimento é impedir que o patrão leve embora as mercadorias - o Seta está tentando fechar a loja sem pagar os trabalhadores, que estão com salários atrasados e não receberam pela rescisão do contrato de trabalho.

A ocupação teve início quando moradores da vizinhança perceberam, na noite da última quinta-feira (29/01), a entrada de dezenas de caminhões no supermercado. Era uma tentativa dos donos do Seta de levarem as mercadorias embora, sem pagar o que devem aos trabalhadores. Rapidamente, os vizinhos avisaram os funcionários, que se juntaram no local e impediram o golpe. Desde então, eles estão todos os dias em frente ao portão em vigília.

O calote do Seta contra os funcionários do Capão não é um caso isolado. Só na última semana, a rede já fechou 19 unidades -- em São Paulo, Americana, Campinas, ABC e outras cidades. A história é sempre a mesma: sem qualquer aviso, funcionários dão de cara com o supermercado fechado e ficam sem receber nada. O patrão sumiu!

No Capão Redondo, os trabalhadores continuam esperando respostas. Para chamar atenção da população à sua causa, fizeram uma manifestação às 16h desta quinta-feira, em frente ao supermercado.

Mais:

https://vimeo.com/201654052
www.passapalavra.info/2017/01/110484

Para ajudar o Correio da Cidadania e a construção da mídia independente, você pode contribuir clicando abaixo.

Relacionados