0
0
0
s2sdefault

altSomos controlados pela polícia política do governo petista, que prendeu as lideranças dos protestos que ocorriam contra os crimes da Copa. Também somos vigiados pela polícia política do governo tucano, que agrediu e encarcerou manifestantes.

0
0
0
s2sdefault

altE como cresceria o movimento se sindicatos e centrais convocassem seus filiados para pararem o trabalho e engrossarem as próximas manifestações. E se sem-tetos, sem-terras, atingidos pelo megaeventos, cercados pelos caveirões e UPPs, cerrassem fileiras.

0
0
0
s2sdefault

altE, então, o que nós todos temos a ver com a luta por um transporte público gratuito, de qualidade e universal? Ora, tudo! À exceção do punhado de empresários, investidores e políticos que ganham com o atual modelo privatista.

0
0
0
s2sdefault

altO Movimento Passe Livre recoloca em questão a lógica do serviço público e universal, tal qual se reivindica na saúde e educação, por exemplo. Lógica outrora levada adiante pelos próprios governos petistas.

0
0
0
s2sdefault

altO papel dos lutadores sociais, neste momento, é fomentar de forma mais ampla possível a politização da luta, através das demandas massacradas pelo esgarçamento social patrocinado pelo capital.

0
0
0
s2sdefault

altAs pessoas que arriscam sua integridade física, que se abrem às críticas ocupando as ruas e manifestando os seus descontentamentos, podem ser vistas com inúmeras lentes. Não peço que cheguemos a um consenso.

0
0
0
s2sdefault

altQuem recebe salário mínimo em SP e utiliza ônibus e metrô para ir e retornar do trabalho tem um gasto que equivale a quase 27% de sua renda, e passa mais de três horas por dia em meios superlotados, um mês por ano.