0
0
0
s2sdefault

ft_dilma_roussef.jpgO cidadão observa a emergência de uma conjuntura inusitada. Nela, a confluência de interesses materiais atua no sentido de moldar a embocadura e a agenda das eleições que se avizinham.

0
0
0
s2sdefault

televisao_baba.jpgO fim da presença física da ditadura, infelizmente, não se fez acompanhar da construção de mecanismos de controle democrático sobre a mídia eletrônica.

0
0
0
s2sdefault

soldado.jpgEm 2008, os policiais do Rio cometeram 1.137 homicídios durante o expediente ou fora dele. O tamanho do absurdo se mede pela comparação com outros estados e até países.

0
0
0
s2sdefault

narciso.jpgTucanos e lulistas, oriundos da antiga esquerda e defensores do mesmo projeto, precisam demarcar campo na disputa eleitoral. Ensaiam brigas animadas pelo narcisismo das pequenas diferenças.

0
0
0
s2sdefault

dinheirohomensapoiados.jpgO deputado federal José Eduardo Cardoso, do PT paulistano, anunciou que não vai concorrer nas eleições deste ano. A razão da desistência está centrada em uma única questão, definida com todas as letras na carta enviada aos seus colegas de partido.

0
0
0
s2sdefault

pt_estrela_interrogacao.gifOs dirigentes de turno da máquina petista podiam até se poupar. Não carecia o vexame da explicação. Os magnatas supremos do grande capital estão tranqüilos. Tratam direto com a chefia geral. .

0
0
0
s2sdefault
urna_mao_bandeira.jpgQuando Lula afirma que “as imagens não falam por si”, não está apenas tentando livrar a cara dos que foram filmados com a boca na botija.
0
0
0
s2sdefault

ilus_cara_a_cara_kipper.jpgA euforia do banqueiro e o desânimo do padre educador são expressões de um mesmo enigma. A agonia do Liceu Coração de Jesus e a fantástica comemoração do hotel Grand Hyaat estão interligadas.

0
0
0
s2sdefault

dinheirosecando.jpgQue a crise sirva para abrir o olho do cidadão. Os serviços públicos essenciais não podem ser entregues à sanha do lucro privado. A prova está no colapso do sistema de transportes urbanos.

0
0
0
s2sdefault

galaxia.jpgEstamos vivendo mais um rearranjo no interior das elites dominantes, onde os chamados "pontos fortes" se tornaram ainda mais fortes, na lógica tradicional da restauração oligárquica.

0
0
0
s2sdefault

dinheirocortahomem.gifA propalada solidez do nosso sistema bancário, pelo que foi declarado, não passa de balela fora dos limites da propaganda. Palavra do presidente do Banco Central.

0
0
0
s2sdefault

brasilmicroscopio.jpgA linha da truculência é uma escolha política. Livra a cara dos barões da droga, preserva a malha de cumplicidades que contamina os diferentes aparatos do poder e pode até, no quadro de pânico geral, render popularidade ao governante que ostenta a truculência como se fora firmeza.