0
0
0
s2sdefault

O governo e as forças armadas da Coreia do Norte têm recursos para resistirem às sanções por mais do que um ano. O povo tem limites mais estreitos.

0
0
0
s2sdefault

Os chefes do Pentágono não estão pensando em economizar vidas e dólares para deixar os talibãs de joelhos.

0
0
0
s2sdefault

Praticamente todo o norte do país voltará para o governo de Damasco. Restará à oposição apenas algumas regiões do leste.

0
0
0
s2sdefault

As sanções dos EUA são devastadores ataques contra a economia e os planos políticos do governo russo.

0
0
0
s2sdefault

Sem entusiasmo, elas continuam sendo as mais discriminadas do mundo. Ainda pesa um oceano de restrições sobre o sexo feminino do reino.

0
0
0
s2sdefault

Para Staffan de Mistura, mediador da ONU na Síria, Assad já ganhou a guerra.

0
0
0
s2sdefault

O jornal Haaretz faz uma descrição das investigações, descritas como “casos 1000, 2000, 3000 e 4000”.

0
0
0
s2sdefault

Para derrotar Estado Islâmico, transição síria com Assad na disputa política começa a soar palatável aos envolvidos na guerra.

0
0
0
s2sdefault

Curdistão avança para a sua independência, mas contextos regionais e bélicos ainda são grandes obstáculos.

0
0
0
s2sdefault

A ausência de uma oposição parlamentar de peso não dá garantias de um significativo apoio às manifestações trabalhistas.

0
0
0
s2sdefault

Não é de se crer que França, Alemanha, China e Rússia vão se conformar; estão em jogo muitos bilhões com Teerã.

0
0
0
s2sdefault

Apesar dos obstáculos ainda a vencer, a nova política dos socialistas é mais do que uma esperança.