0
0
0
s2sdefault

altA meu ver, existe para o grupo de ambientalistas que é, de forma enfática, contra a geração nuclear, a triste notícia que está no título. Falo com relação ao médio e longo prazo.

0
0
0
s2sdefault

altEu me preocupo com o xará do senador, José da Silva, o brasileiro comum. Em um exercício de abstração, gostaria de ver o José Serra congressista na Noruega, propondo ao povo que seu petróleo do Mar do Norte fosse explorado da mesma maneira que ele prega ao nosso Pré-Sal.

0
0
0
s2sdefault

altCom as produções do óleo e gás de xisto, o inexplicável aumento da oferta de alguns países árabes e a entrada no mercado do petróleo iraniano, o preço já baixo tenderá a baixar mais. Em segundo, as estrangeiras irão se beneficiar e terão petróleo barato para abastecer suas refinarias no exterior.

0
0
0
s2sdefault

altNo modelo flexibilizado de Serra, a Petrobrás seria só mais uma petrolífera, que disputaria áreas do Pré-Sal, e só seria operadora quando conseguisse formar um consórcio em que estivesse nesta posição e ele saísse vitorioso do leilão. Embutido neste modelo está o conceito de que ela arrematar uma área ou uma petrolífera estrangeira a arrematar, para a sociedade brasileira, é a mesma coisa, o que não é verdade.

0
0
0
s2sdefault

altCalma, governador Pezão! Não adira, tão rapidamente, ao projeto de lei do senador José Serra, PLS 131, que trata da retirada da Petrobrás da condição de operadora única do Pré-Sal.

 

0
0
0
s2sdefault

altA total falta de solidariedade da elite, que quer o retorno à grande exclusão social do passado, é tão absurda quanto ilógica. Além de demonstrar não ter sensibilidade humana alguma, ela quer aplicar regras casuísticas, desde que um dos seus representantes chegue ao poder.

0
0
0
s2sdefault

altNão me ufano pelo Brasil ser um dos cinco países do mundo com grande território, população e PIB, pois este fato não inibe o roubo das nossas riquezas. Porém, se o povo for realmente informado, não ludibriado, a sangria será estancada.

0
0
0
s2sdefault

altGostaria de comentar carta sobre a questão nuclear, endereçada ao ministro Levy, publicada neste Correio. Divido as críticas em duas classes, sendo a primeira relativa à atratividade econômica da geração a partir da fonte nuclear, enquanto a segunda se refere à segurança.

0
0
0
s2sdefault

altCom as mudanças na lei que regula a atividade petrolífera, ou as petrolíferas estrangeiras ganham ou a sociedade brasileira ganha. Não há a hipótese de ambas ganharem com uma mesma mudança.

0
0
0
s2sdefault

 

alt

Estas são as empresas que, se o projeto do senador José Serra for aprovado, irão operar as novas áreas arrematadas do Pré-Sal, com as incumbências, dadas por lei e contratos, de declarar, após medição própria, o volume de petróleo produzido, o valor da sua exportação para a própria matriz, os custos envolvidos e, consequentemente, os tributos.

0
0
0
s2sdefault

altO capital internacional e as petrolíferas estrangeiras não se conformam com este resquício de soberania na província Brasil. Não tiveram apoio político em 2010, mas, como veem fragilidade no governo, resolveram atacar novamente.

0
0
0
s2sdefault

altAlguém realmente acredita que as seis áreas de petróleo com reservas já constatadas, com alguns campos gigantes, valem só quatro bilhões de dólares?