0
0
0
s2sdefault

altO consórcio é obrigado a partilhar com a União apenas a parte restante do óleo, que seria o “lucro líquido”, em petróleo. Importante destacar que os royalties serão em dinheiro e esse valor estará igualmente incluído como custo de produção.

0
0
0
s2sdefault

altA suposta altivez do discurso de Dilma, na ONU, em menos de 24 horas, ficou desmoralizada por ela mesma, em seu patético apelo à plateia reunida pelo Goldman Sachs.

0
0
0
s2sdefault

altO rei está nu. O que nos falta, contudo, é criar o consenso político necessário à consecução de um modelo econômico alternativo, revendo o conjunto de medidas que foi adotado pelos diferentes governos que, desde Collor de Mello.

0
0
0
s2sdefault

altA elevação da taxa Selic é absolutamente inócua, a não ser que a dose altista na taxa básica de juros fosse de tal ordem que viesse a produzir uma brutal desaceleração econômica, de modo a deprimir o nível de consumo interno para um plano recessivo.

 

0
0
0
s2sdefault

altFoi dada a largada da corrida eleitoral para o cargo de gerente da colônia Brasil. Dilma, Marina, Campos e Aécio procuram sinalizar posições simpáticas à comunidade financeira, representada pelos bancos e multinacionais.

 

0
0
0
s2sdefault

altNão está mais do que passada a hora de o Estado, com a elevada carga de impostos paga pelos trabalhadores, assumir tarefas e investimentos necessários à garantia de um melhor padrão de vida aos brasileiros?

0
0
0
s2sdefault

altImposturas sustentadas pelas classes dominantes, por seus meios de comunicação e por um leque de partidos corrompidos pelo grande capital, parecem não se coadunarem com o grito das ruas.

0
0
0
s2sdefault

altO legado das propostas institucionais e transformadoras de Chávez aí está. Esperamos que o amadurecimento das lutas populares e de novas lideranças tenham a capacidade de transformar o que é hoje um sonho em realidade.

 

0
0
0
s2sdefault

altMarina Silva ou Eduardo Campos não apresentam – ao contrário do antigo PT – nenhuma alternativa programática ao modelo defendido pelos bancos e multinacionais. Entretanto, o “senso de oportunidade” de ambos – frente ao inevitável desgaste do governo de plantão – os faz tentar se apresentarem como alternativa para um país em crise.

0
0
0
s2sdefault

altDe fato, as máscaras caem. E não são aquelas dos manifestantes, conforme os desejos dos parlamentares da Alerj. É apenas a desfaçatez dos dominadores, que mais uma vez mostram, sem puderes, a sua cara.

0
0
0
s2sdefault

altA verdade, nua e crua, é que voltamos a ficar – tal e qual na República Velha – extremamente subordinados às ondas de expansão do comércio internacional e aos humores dos financistas mundiais.

0
0
0
s2sdefault

altO governo criou, em 2009, a Estruturadora Brasileira de Projetos (EBP), curiosa união do BNDES com oito bancos com atuação no país. É esta empresa que estabelece as condições para a continuidade da entrega do país.