Correio da Cidadania

“A finalidade é eliminar o direito de o povo brasileiro escolher livremente seu presidente”

Gabriel Brito, da Redação
0
0
0
s2sdefault

Depois do torpor da prisão de Lula, com toda a comoção que a prisão de um ex-presidente pode causar, ao passo que outras grandes referências da política continuam tendo seus nomes atrelados à corrupção, nada parece certo no próximo período. Pra comentar o dificílimo momento, entrevistamos o sociólogo Ruy Braga, que analisou um hibridismo entre democracia formal e autoritarismo crescente do Estado brasileiro como fórmula de garantia da reprodução dos interesses hegemônicos num país afundado nas crises política e econômica, na violência e no desemprego.

Nesta Edição

Uruguai: o progressismo fecha os olhos (1)

Ernesto Herrera
0
0
0
s2sdefault

Tal como na vizinhança, aprofundou-se a embocadura do capitalismo enquanto a gestão do Estado e o poder se tornaram fins em si.

O liberalismo coloniza a rede

Eduardo Febbro
0
0
0
s2sdefault

Estamos diante de uma aliança ultraconservadora, acordada entre setores políticos e empresas de tecnologia.

A política urbana que matou Marielle Franco

Raquel Rolnik e Gisele Brito
0
0
0
s2sdefault

Há pelo menos quatro décadas, a imagem de cidades partidas entre “centros” e “periferias” oferece um paradigma.

Os temerários irracionais: e se a farsa tomar o lugar da razão?...

Roberto Antonio Deitos
0
0
0
s2sdefault

Versos para dias de desesperança.

Primeiro atacar. Depois tentar provar

Luiz Eça
0
0
0
s2sdefault

Ataque do Ocidente a Damasco, horas antes da inspeção, dá margem a se pensar que sabia não poder incriminar Assad.

O fator Lula

Frei Betto
0
0
0
s2sdefault

Ainda que a Justiça o condene como corrupto, no imaginário popular o fiel da balança se inclina a seu favor.

Lula, preso político do novo ciclo da direita no Brasil

Milton Pinheiro
0
0
0
s2sdefault

A ditadura do capital se radicaliza para novo ciclo de exploração. Hora de formar novas alianças populares.

Hitler mandou matar

Roberto Malvezzi (Gogó)
0
0
0
s2sdefault

“Ô, Italiano, você toma cuidado. Uma das primeiras ordens de Hitler foi mandar matar todo mundo que tinha menos de um e sessenta".

A urgência de uma alternativa

Plinio Arruda Sampaio
0
0
0
s2sdefault

Para os de cima, a democracia brasileira é excessiva. A guerra aberta contra os trabalhadores exige que sua vontade política seja anulada.

Uma proposta para os tempos que vivemos no Brasil

Chico Whitaker
0
0
0
s2sdefault

Evidencia-se a necessidade de se criar uma Frente Política para enfrentar o poder dos que não querem um país igualitário.

A ficha vai ter de cair

Alexandre Araújo Costa
0
0
0
s2sdefault

Não há fisicamente como seguir com essa ideia estapafúrdia de crescimento econômico infinito.

Deir Yassin, Palestina

Ualid Rabah
0
0
0
s2sdefault

Há 70 anos começava a limpeza étnica hoje tornada modelo e aplicada em todo o Oriente Médio.

Governo invisível antecipa para 2018 as privatizações aceleradas

Guilherme Costa Delgado
0
0
0
s2sdefault

País se distrai com espetáculos midiáticos e governo acelera entregas de Petrobrás, Eletrobrás e BNDES ao sistema financeiro.

Privatização da Eletrobrás

Joaquim Francisco de Carvalho
0
0
0
s2sdefault

Privatizar a Eletrobrás não resolve o problema. Mais inteligente seria despolitizá-la e submetê-la a administradores profissionais.

Estaremos diante de novas ditaduras na América Latina?

Jorge Beinstein
0
0
0
s2sdefault

A radicalização reacionária dos governos de países da região começa a gerar polêmica quanto à sua caracterização.

“Negócios do vento” no Nordeste brasileiro: caso a investigar

Heitor Scalambrini Costa
0
0
0
s2sdefault

São recorrentes violações graves contra direitos dos posseiros, das populações tradicionais e o meio ambiente.

Política

Brasil nas Ruas

Social

Economia

Internacional

Meio Ambiente

Cultura e Esporte