Correio da Cidadania

Brasil e Haiti, as lições históricas e a gestão militar da pobreza

Gabriel Brito, da Redação
0
0
0
s2sdefault

Após sair de um carnaval politizado, o Brasil volta ao cotidiano onde os pobres e negros são alvo das políticas públicas policialescas, como se vê na mais que controversa intervenção militar federal no Rio de Janeiro. Ao mesmo tempo, passa praticamente despercebido o marco dos 130 anos da abolição da escravatura, para muitos setores ainda mera formalidade. É neste contexto que conversamos com o historiador Marco Morel, que acaba de lançar o livro A Revolução do Haiti e o Brasil escravista - O que não deve ser dito, sobre um dos grandes marcos das lutas negras nas Américas.

Nesta Edição

Os avatares do reformismo em Cuba

Haroldo Dilla Alfonso
0
0
0
s2sdefault

O campo reformista consentido é – na presente conjuntura – a variável mais interessante do sistema político cubano.

Costa Rica: uma nação em crise

Arnoldo Mora Rodríguez
0
0
0
s2sdefault

O povo assinou o certificado de óbito do monopólio bipartidário, que assumiu o poder em nossa democracia mediada na Guerra Fria.

FGTS mais uma vez vai salvar investimento imobiliário “micado” no Porto Maravilha

Helena Galiza e Raquel Rolnik
0
0
0
s2sdefault

Um clássico das relações público-privadas se repete.

Campanha da Fraternidade 2018

Frei Marcos Sassatelli
0
0
0
s2sdefault

A utopia de Jesus: “vocês são todos e todas irmãos e irmãs”.

Depois do referendo de 4 de fevereiro

Decio Machado
0
0
0
s2sdefault

Vitória do Sim no referendo marca novo ciclo e obriga Rafael Correa a reinventar um polo político para 2021.

Mais dúvidas que certezas na proposta de concessão dos parques de São Paulo

Daniel Ávila Caldeira e Pedro Lima
0
0
0
s2sdefault

Um único modelo de gestão seria realmente capaz de acolher a diversidade dos parques de São Paulo?

Ainda a condenação de Lula

Wladimir Pomar
0
0
0
s2sdefault

A apreciação crítica dos erros do presente, tendo como referência os erros do passado, pode contribuir para evitar tragédias idênticas.

O enterro da “democracia utópica”

Luís Felipe Miguel
0
0
0
s2sdefault

A disseminação do enquadramento liberal fez nossa transição política ser avaliada apenas pelas instituições formais que emergiram.

Uma “Fábrica de Ideias” em defesa da Petrobrás

Felipe Coutinho
0
0
0
s2sdefault

2017 foi prodígio em desconstruir mitos em relação à empresa. Agora, sua direção neoliberal suspende pesquisa de opinião entre funcionários.

A Bioenergia com Captura de Carbono (BECCS) poderá nos salvar?

Alexandre Araújo Costa
0
0
0
s2sdefault

Gerar energia não só sem emitir CO₂ mas retirando-o da atmosfera, parece ser a salvação do planeta. Aviso de Spoiler...

Campanha da Quaresma

Frei Betto
0
0
0
s2sdefault

Neste ano, a obra social escolhida para ajuda é a Associação Casa Luz da Colina, fundada em 2006.

A volta da chuva aos sertões

Roberto Malvezzi (Gogó)
0
0
0
s2sdefault

Os reservatórios médios, pequenos e micros, como as cisternas, já estão cheios. As grandes obras têm pouca serventia à população.

O que são Commodities Ambientais?

Amyra El Khalili
0
0
0
s2sdefault

É preciso aprofundar o conceito sobre elas, entender seus valores essenciais e diferenças para as commodities tradicionais.

Impedir Lula de concorrer não significa que deva ser preso

Chico Whitaker
0
0
0
s2sdefault

Idealizador da lei da Ficha Limpa esclarece confusões entre direito eleitoral e direito penal no julgamento do ex-presidente.

Presidente Duterte ordena: não mate, atire na vagina

Luiz Eça
0
0
0
s2sdefault

Instruções de combate à guerrilha maoísta não são novidade na trajetória misógina do presidente filipino.

Estados Unidos e Brasil: a Organização das Nações Unidas como projeção

Virgílio Arraes
0
0
0
s2sdefault

Dilma expressaria a fixação pelo assento permanente no Conselho de Segurança, a despeito de faltarem ao país condições mínimas.

Um carnaval politizado para um 2018 de alienação

Gabriel Brito, da Redação
0
0
0
s2sdefault

Críticas sociais expressadas dentro e fora dos sambódromos não caberão na agenda mesquinha que pautará o resto do ano.

A nova versão da Contrarreforma da Previdência

Guilherme C. Delgado
0
0
0
s2sdefault

Por razões didáticas vou me restringir a três regras de repercussão geral, que continuam a caracterizar a proposta.

Sobre a previsibilidade da recrudescência da febre amarela

Melina Pecora
0
0
0
s2sdefault

Patologia muito antiga, já controlada entre os países mais miseráveis do mundo. Era previsível esta situação? Vamos à gênese.

João, João, Fernando e Eurico

Paulo Metri
0
0
0
s2sdefault

Crônica para um país inviável e incapaz de se reconhecer.

Sobre a condenação de Lula

Wladimir Pomar
0
0
0
s2sdefault

Desde 2010, época da “marola”, burguesias decidiram dar fim ao pacto de 1988. Mas o PT se recusou a enxergar o que saltava aos olhos.

STF retoma julgamento de demarcações de terras quilombolas

Tiago Henrique, Conexão Planeta (texto e fotos)
0
0
0
s2sdefault

Após ter sido suspenso três vezes em 2017, o julgamento recomeça neste dia 8 de fevereiro.

O crescimento insustentável e heterogêneo da Economia mundial

Dalton Rosado
0
0
0
s2sdefault

Sem considerar o desequilíbrio da macroeconomia, vemos uma avaliação sempre otimista e parcial de surtos cada vez menores de...

Maduro ou o príncipe? Do que não se diz

Elaine Tavares
0
0
0
s2sdefault

Toda a trama familiar, repleta de assassinatos, decapitações, sangue e lágrimas não encontrou eco na mídia comercial.

Política

Brasil nas Ruas

Social

Economia

Internacional

Meio Ambiente

Cultura e Esporte