0
0
0
s2sdefault

altAs recentes inundações nas bacias dos rios Paraná e Uruguai ganharam notoriedade por deixar milhares de famílias desabrigadas. Mas também mostraram as consequências de uma persistente deterioração ambiental, a incapacidade dos governos em coordenar suas políticas ambientais e hídricas e o avanço do desenvolvimentismo convencional.

 

0
0
0
s2sdefault

altAs fábulas neoliberais a favor “dos que trabalham” duraram pouco. Ao assumir, Macri começou a mostrar seu verdadeiro rosto, não somente anti-operário e antipopular, senão também autoritário e servente das multinacionais e do imperialismo. Seu gabinete é um zoológico de gerentes e executivos de grandes empresas.

0
0
0
s2sdefault

altFrente ao desgaste de um Estado permeado pela corrupção, apoiado cada vez mais em militares que frequentemente não reconhecem a liderança de Maduro como acatavam a Chávez, o discurso da "guerra econômica", embora real, tem se mostrado insuficiente.

0
0
0
s2sdefault

A história política recente do Haiti é mais uma contínua sucessão de tragédias e de farsas combinadas, de ditaduras, fraudes, massacres e violações. Se no dia da eleição não houve mortos, eles vieram um pouco depois.

0
0
0
s2sdefault

altCandidato apoiado pela mesma direita derrotada em outubro venceu com 52%. Na sua campanha defendeu uma política muito diferente da dos que lhe deram apoio: enquanto PSD e CDS acusam o atual governo do PS de não ter legitimidade, Marcelo Rebelo de Sousa defendeu-o. Entenda mais este episódio do imbróglio político português.

 

0
0
0
s2sdefault

altOs grandes exportadores de petróleo e até as corporações globais, todos eles, terminaram aplaudindo o acordo parisiense. Se estes atores celebram o convênio, é porque sem dúvida não está pondo limites à civilização petroleira.

0
0
0
s2sdefault

altCada qual buscará canalizar o descontentamento em relação ao macrismo nas suas bases. Os dirigentes campeões de denúncias ao “ajuste macrista” já mostram que o “carrasco dos ajustadores selvagens” era só demagogia. Scioli no poder teria atuado da mesma maneira. Por isso, agora colabora.

0
0
0
s2sdefault

 

altNem o Estado francês e seu presidente conservador, tampouco os EUA e seu presidente eleito como um democrata, ou os que empunharam armas e bombas em Paris, parecem representar de fato a combalida humanidade. Todos são parte dela. Parte de uma forma histórica que precisa ser superada.

0
0
0
s2sdefault

altA orgia de decapitações – 47 no total, incluindo a do respeitado clérigo xiita Nimr Raqr – foram dignas de ações do Estado Islâmico. Talvez se tratasse disto. Porque este extraordinário banho de sangue no reino sunita dos Al-Salud volta a sectarizar um conflito religioso que o EI tentou polarizar por todos os lados.

0
0
0
s2sdefault

 

altO resultado desloca a oposição da sua postura confortável e seu frenético denuncismo porque agora, ao contar com uma folgada maioria parlamentar, terá corresponsabilidades na gestão da coisa pública. Já não será só o governo central o responsável pelas dificuldades que acossam a cidadania.

0
0
0
s2sdefault

altToma posse o governo de António Costa, do PS, apoiado num acordo parlamentar com os partidos à sua esquerda: Bloco de Esquerda, PC e os Verdes. Foram precisos 53 dias – durante os quais um governo foi nomeado e derrubado – para que a realidade se impusesse.

 

0
0
0
s2sdefault

 

altDepois de dez dias de protestos sem precedentes, os estudantes da África do Sul arrancaram uma vitória contra o aumento das taxas universitárias previstas para o próximo ano.