0
0
0
s2sdefault

altNeste artigo, a autora se reuniu com integrantes do “plantão”, um tipo de acampamento levantado na Cidade do México em memória “de los 43”.

 

0
0
0
s2sdefault

altO Correio republica uma série análises de Gregório Maestri sobre a violenta repressão da polícia italiana aos protestos antiglobalização em Gênova (Itália), no encontro do G-8 realizado na cidade há 15 anos – entre 19 e 22 de julho de 2001.

0
0
0
s2sdefault

altNa última segunda-feira, 22/08, os EUA anunciaram que forças militares na Síria continuarão a ocupar território sírio, não importa o que diga o governo do país, e derrubarão quaisquer aviões sírios que sobrevoem forças dos EUA.

0
0
0
s2sdefault

alt100 mil pessoas marcharam em Santiago e outras dezenas de milhares nas cidades mais importantes para defender seu direito a uma velhice tranquila, sem a angústia de saber que sua aposentadoria pode ficar reduzida a zero caso caiam as cotações das bolsas em Frankfurt e Londres.

 

0
0
0
s2sdefault

altO pior dos cenários realizou-se: a Bayer comprou a Monsanto por 66 bilhões de dólares. O fato dá origem ao que é, de longe, a maior corporação de agronegócio do mundo.

0
0
0
s2sdefault

altSeria equivocado pensar que estamos voltando ao passado, por mais que alguns analistas acreditem que estão perdendo “conquistas”. A realidade indica que a região caminha para frente, mas, no imediato, o que temos adiante não é a sociedade igualitária e justa com a qual sonhamos.

 

0
0
0
s2sdefault

altA Turquia e seu povo, que foi às ruas e se sacrificou em sangrentos embates, se livraram de um golpe militar cujas motivações centrais permanecem obscuras. Sobre este tema e seus correlatos, o Correio entrevistou Reginaldo Nasser e Willian Moraes Roberto, ambos pesquisadores das Relações Internacionais na PUC-SP.

 

0
0
0
s2sdefault

altO Correio republica uma série análises de Gregório Maestri sobre a violenta repressão da polícia italiana aos protestos antiglobalização em Gênova (Itália), no encontro do G-8 realizado na cidade há 15 anos – entre 19 e 22 de julho de 2001.

 

0
0
0
s2sdefault

alt“Nicolás Maduro deve sair já, mas nós apostamos que isso ocorra pela mobilização popular, a colocá-lo contra a parede”, manifesta Miguel Ángel Hernández, secretário-geral do Partido Socialismo e Liberdade.

 

0
0
0
s2sdefault

altO assassinato do ministro Rodolfo Illanes põe a Bolívia diante da radicalidade de suas formas de protesto e revive velhos fantasmas de conflito social. O crime põe em dúvida os avanços na criação de um “Estado forte”, meta de Evo Morales.

 

0
0
0
s2sdefault

altAs operações de extermínio foram ofuscadas, segundo o informe, pelos anos de guerra, massacres e assassinatos. “Há muita literatura sobre a violência, mas nela a cidade fica ausente por haver ficado de fora dos cenários de guerra”.

 

0
0
0
s2sdefault

altEm 2 de outubro, os húngaros deverão responder a seguinte questão: “vocês aceitam que a União Europeia possa decretar uma realocação obrigatória de cidadãos não húngaros na Hungria, sem aprovação do Parlamento húngaro?”