0
0
0
s2sdefault

altEm 9/11, o STJ encerrou a sessão ordinária sem encaminhar a votação do projeto que regulariza contratos em regime de terceirização. O Correio conversou com Sérgio Batalha, advogado trabalhista, para entender melhor as razões e desdobramentos das propostas.

 

0
0
0
s2sdefault

altO intérprete, imerso na ideologia, costuma patrulhar quem vê as coisas de modo diferente. E também patrulha os que, por não se saírem bem na distribuição do arranjo social, contestam “a ordem” e, organizados, se põem em movimento para obter o que entendem lhes ser devido.

 

0
0
0
s2sdefault

altPassadas as eleições, toda a velha mídia diz que uma página foi virada, com a vitória dos liberais e conservadores. Veja o que há por trás desta análise apressada.

0
0
0
s2sdefault

altO nome mais representativo da esquerda brasileira no processo eleitoral analisou a gestão de Eduardo Paes, a atual conjuntura da política brasileira, seu sistema de representação e falou das principais necessidades da capital fluminense.

 

0
0
0
s2sdefault

altO Brasil não se tornou comunista sob Lula, a Itália não voltou ao fascismo sob Berlusconi e é quase impossível os Estados Unidos serem piores sob Trump do que foram durante a guerra ao terror de Bush. Nos três casos os negócios continuaram sendo tocados conforme a lógica do neoliberalismo.

 

0
0
0
s2sdefault

alt“A esquerda precisa se reinventar de forma urgente se quiser se fazer competitiva e atraente” daqui para frente, porque o “PT de hoje seria menos do que PP, PR, PSD, entre outros que compõem o Centrão. Um triste fim anunciado”, avalia Marcelo Castañeda.

 

0
0
0
s2sdefault

altPara comentar a sensação deixada por essa candidatura e fazer uma análise geral do pleito, o Correio da Cidadania entrevistou Flavio Serafini, deputado estadual pelo mesmo partido de Freixo e que disputou a prefeitura de Niterói.

0
0
0
s2sdefault

altFaz-se letra morta o preceito da presunção de inocência, verificando-se de forma absurda a decretação da prisão como forma de forçar confissões e delações, a fim de criar um clima de terror, situações intoleráveis num autêntico Estado Democrático de Direito, caracterizando-se, como observado por Carrara, uma “tortura mascarada”.

 

0
0
0
s2sdefault

altSe Hillary tem ligação com a indústria das armas, se ajudou montar o golpe no Brasil, agora pouco interessa. Com a eleição de Trump a humanidade revela sua face mais alucinante.

 

0
0
0
s2sdefault

altAs medidas do governo são incapazes de responder à crise e sobre esse complexo quadro entrevistamos o economista Plínio Arruda Sampaio Junior.

0
0
0
s2sdefault

altA coligação PSOL-PCB incumbe-se da grande responsabilidade de juntar os outros grupos de esquerda e os verdadeiramente democratas. Sair do genérico “Fora Temer” e agregar outras bandeiras de luta.

 

0
0
0
s2sdefault

altDe acordo com o cientista político Giuseppe Cocco, entrevistado pelo Correio, é o corolário da “armadilha” que a esquerda se tornou, caudatária das falsas narrativas, inclusive do “golpe”, do PT, que em sua visão se dedica a desconstruir todas as pautas de resistência fora de sua égide, ao passo que fez de tudo pra inflar a chamada “nova direita”.