0
0
0
s2sdefault

Dória quer rasgar o Plano Diretor em favor do setor imobiliário. Seu argumento é a verdadeira “conta que não fecha”.

0
0
0
s2sdefault

Pesquisa do IBGE constatou que mulheres e negros são os mais atingidos pelo aumento da taxa de desocupação.

0
0
0
s2sdefault

Francisco nos coloca diante dos “desafios colossais da humanidade, que está em uma verdadeira encruzilhada”.

0
0
0
s2sdefault

Mais que uma contrarreforma previdenciária, a PEC 287, apresentada pelo governo Temer em janeiro, expressa um projeto distópico de sociedade.

0
0
0
s2sdefault

Apoio da Igreja a processos formativos, com investimentos econômicos, mas também no relacionamento com governos.

0
0
0
s2sdefault

As entrevistas na televisão parecem replay, apenas mudam os atores. Do outro lado, os argumentos indignados são os mesmos.

0
0
0
s2sdefault

A situação habitacional do país é ruim e do jeito que vai tende a piorar.

0
0
0
s2sdefault

“Quem governa? O dinheiro. Como governa? Com o chicote do medo, da desigualdade, da violência financeira, social, cultural e militar”.

0
0
0
s2sdefault

Ditatoriais, as reformas educacionais atropelam os próprios parâmetros oficialmente estabelecidos.

0
0
0
s2sdefault

Conheça as propostas de ação dos movimentos globais, após encontro em Roma com o Papa.

0
0
0
s2sdefault

Pra variar, o que tem caráter público é tratado como ruim pra economia, como se a universidade fosse empresa privada.

0
0
0
s2sdefault

Em meio a isso, um governo incapaz de apresentar solução para qualquer problema que esteja na ordem do dia. Sobre um quadro de devastação social sem data pra acabar, conversamos com Armando Tambelli, 25 anos de experiência na Pastoral Carcerária.