Sob o patrocínio dos EUA e a indiferença da Europa, Israel segue atacando seus inimigos onde, como e quando quiser.

Entendimentos com Irã e Coreia do Norte, somados à vontade de sair de Afeganistão, Iêmen e Síria, desmoralizam conselheiro.

Representante dos EUA ameaçou explicitamente com sanções às empresas alemãs envolvidas no projeto do gasoduto russo.

A estratégia iraniana não se limita a deixar a banda passar, de olho nas eleições norte-americanas de 2020.

Ainda fraturado, país norte-africano continua sob guerra interna e distante da reorganização institucional.