Correio da Cidadania

0
0
0
s2sdefault

30 de junho de 2022: acaba o prazo da “suspensão legal” dos despejos urbanos e rurais por causa da pandemia da Covid-19.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Alta de mais de 100% de casos deixa claro recrudescimento da pandemia no Brasil. Respostas, mais uma vez, são desordenadas.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Endêmica na África, a varíola dos macacos se espalha pelo Norte global. Surto parece estar ligado a megaeventos na Europa.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Todo cristão ou cristã é chamado ou chamada a ser radicalmente ser humano.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Câmeras, reconhecimento facial, sensores etc. são trazidos ao espaço público sem informações de como contribuem para o bem estar geral.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Para o professor da UFMG, Roberto Andrés, é preciso repensar as cidades para conviver com eventos extremos.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Uso de aeronaves também pode causar intoxicação, alertam especialistas, que cobram mais fiscalização pelo governo.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Sob Bolsonaro, a média de ocorrências de conflitos já é a maior da história.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Há muitos anos, um juiz de direito determinou a soltura de muitos presos por superlotação no presídio.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Fiocruz teve importante papel no debate para a construção de um “nó central” de rede de saúde intercontinental.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Paxlovid pode reduzir internações em até 85%, mas valores ampliam abismo sanitário causado pelas patentes.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

A prorrogação da suspensão dos despejos até 30 de junho de 2022 é uma vitória, embora pequena.

0
0
0
s2sdefault