0
0
0
s2sdefault

‘Essa o Homer não vai entender’, diz convicto, antes de rifar reportagem que, segundo ele, o telespectador médio não compreenderia.

0
0
0
s2sdefault

Em 2014, SP descobriu que água potável era uma fonte esgotável. Toda a cobertura da mídia se voltou contra o cidadão.

0
0
0
s2sdefault

No Brasil, poucas vozes de juristas, políticos e intelectuais têm se manifestado sobre o risco da manipulação midiática para a manutenção e aprofundamento da ordem democrática e, consequentemente, para avanços nas reformas estruturais historicamente postergadas e que nos constituem como uma sociedade das mais desiguais do mundo.

0
0
0
s2sdefault

Afinal de contas, o que será que está escrito em letras minúsculas nas últimas linhas dos termos de adesão do facebook e do google?

0
0
0
s2sdefault

Ele questiona as urnas, mas não é sério. O vice dele fala em autogolpe e "branqueamento da raça", mas quem nunca?

0
0
0
s2sdefault

Para inaugurar a nova página do Correio da Cidadania, conversamos com o jornalista e professor da ECA-USP Eugênio Bucci.

0
0
0
s2sdefault

Para o leitor poder avaliar o que tento transmitir, sugiro a participação em um teste. Procure se lembrar de quando foi a última vez que você viu um sindicalista da ativa dando uma entrevista na televisão. Quando foi a última vez que você viu o representante de algum movimento social de esquerda sendo entrevistado?

0
0
0
s2sdefault

A democracia existe no papel, mas não se realiza na prática. O artigo 220 da Constituição define que não pode haver monopólio ou oligopólio na comunicação social eletrônica. A Globo, no entanto, controla 70% do mercado, faturando sozinha mais do que todas as demais empresas de comunicação. Isso acontece porque o Congresso Nacional nunca elaborou leis definindo mecanismos que impedissem a formação de monopólio.,

0
0
0
s2sdefault

Publicamos Editorial do Diplomatique Brasil, que convoca consumidores da mídia “alternativa” ao engajamento mais profundo.

0
0
0
s2sdefault

Há uma falência nos modelos de negócios refletida nas relações trabalhistas, na concentração de propriedade, formação de monopólios e oligopólios e no aparelhamento por parte de igrejas e partidos. Entrevistamos Eugênio Bucci, jornalista e professor da ECA-USP, que afirmou a necessidade de um marco regulatório democrático para fortalecer a democracia no Brasil.

0
0
0
s2sdefault

Há muito por se elaborar e realizar, mas é animadora a constatação de que há uma geração inteira de jovens e inquietos jornalistas em sintonia.

0
0
0
s2sdefault

A Rede Globo de Televisão está completando 50 anos de existência em abril de 2015. Este instrumento de manipulação da burguesia opera como o principal agente da imbecilização da sociedade brasileira no plano cultural, na opinião de Igor Fuser, jornalista e professor de Relações Internacionais na Universidade Federal do ABC (UFABC).