Se os militares optarem pelo golpe, institucionalizando Bolsonaro como ditador, basta rever o passado para se ter ideia do futuro.

O Brasil perde uma voz qualificada em favor da ética e da democracia. Deus o acolha em Seu infinito amor.

Temos varrido a soleira da porta sem ainda nos convencer de que somente ações mais determinantes serão capazes de conter o dilúvio.

Enquanto a fome aumenta, Bolsonaro veta artigos de PL que permitiria compra de alimentos da agricultura familiar.

A queda dos governos socialistas do Leste europeu assinala, não o fim do socialismo, mas da absolutização de sistemas ideológicos.

Dados divulgados pelo Inpe em 31/05 revelam que o mês teve o pior índice de focos de calor na Amazônia e Cerrado desde 2007.

Valores militarizados se expandiram, como a ideia de que vivemos dentro de marcos hierárquicos e devemos conformar-nos.

A psicologia e as demais ciências que tratam da mente e do espírito passaram a ter influência decisiva na noção de pecado.

Como posso suportar, recluso em casa, que lá fora morreram, por descaso do governo, quase 500 mil pessoas no Brasil?

Agora, Bosi, nas mãos de Deus, acarinha Ecléa. A paixão o arrancou desta para a outra vida. Morreu de amor.