A possibilidade de um governo democrata enfrentar as causas responsáveis pelo enorme descontentamento social é nula.

O sociólogo Juan Carlos Pinto Quintanilla traça um quadro geral da política e da sociedade boliviana às vésperas das eleições, marcadas para 18/10 após três adiamentos.

“A direita boliviana tem dois planos: tentar uma fraude eleitoral ou aplicar um golpe".

A defensora pública Nádia Cruz comenta o recém-publicado relatório de violações de direitos humanos em seu país.

O título do texto é pomposo, mas a campanha foi decepcionante. Entretanto, acredito com o poeta que “nada é pequeno, quando a alma é grande”.

A ex-presidente do Senado da Bolívia, Adriana Salvatierra, denuncia a transnacional estadunidense Tesla como uma das agentes por trás da deposição do presidente Evo Morales - e dela própria - em 2019.