Correio da Cidadania

Vídeo produzido pela AEPET baseado em artigo homônimo.

Depois do apagão de 2001, novamente vemos Pedro Parente no centro de uma tragicomédia.

Neste artigo dividido em duas partes, tratamos de 16 fatos relevantes a partir da descoberta de petróleo no pré-sal.

O plano estratégico da Petrobrás tem a meta de privatizar US$ 34,7 bilhões de ativos da estatal entre 2015 e 2018.

A única certeza é: um enorme vazio histórico para o regime democrático e capitalista brasileiro.

Resposta ao amontoado de distorções e mentiras veiculadas pela diretoria da estatal e mídia neoliberal.

Privatizar a Eletrobrás não resolve o problema. Mais inteligente seria despolitizá-la e submetê-la a administradores profissionais.

Sinalizações ditas positivas não resistem a uma breve análise. Os fundamentos de uma verdadeira recuperação econômica não são buscados.

A população perdeu com o governo Temer, mas os banqueiros lucraram como nunca. Aliás, o Jornal da Globo é um oferecimento deles.

Neste ar­tigo di­vi­dido em duas partes, tra­tamos de 16 fatos re­le­vantes a partir da des­co­berta de pe­tróleo no pré-sal.

São recorrentes violações graves contra direitos dos posseiros, das populações tradicionais e o meio ambiente.

Desesperados em entregar suas promessas a banqueiros, representantes públicos nunca mentiram tanto em nome das “contas públicas”.