Correio da Cidadania

0
0
0
s2sdefault

Depois de acenar a trabalhadores e sindicatos, chega a hora de Biden mostrar propostas concretas para seu bem estar.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Habilidoso, Trump opera como se já tivesse vencido primárias republicanas e interfere na agenda de Biden.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Condições internas até depõem a favor de seu governo, mas atuação em conflitos internacionais coloca reeleição em xeque.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

A investida de Trump deve dirigir-se à intensidade das medidas administrativas, não os posicionamentos em si do atual presidente.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Esquerdas adaptadas à ordem neoliberal contribuem para a radicalização das direitas.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Enquanto republicanos se desgastam em suas prévias, Biden carrega peso de conflitos no Texas e Oriente Médio.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Figura incontornável do século 20, se relacionou com altos escalões militares e foi homenageado na UERJ.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Ao contrário de 2016, Biden e Trump devem disputar presidência em contexto de protagonismo de temas externos.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Desagravo à apropriação de Bolsonaro do discurso de opositor da ditadura que de fato houve, não a imaginária da qual se finge vítima.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Rejeições pessoais à parte, Trump e Biden pouco diferem em projeto político, social e econômico.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

País tem a atenção primordial direcionada a chineses em função da multiplicidade de divergências políticas, econômicas, culturais afloradas.

0
0
0
s2sdefault
0
0
0
s2sdefault

Novo presidente da Câmara é alinhado a Trump e sua atuação deve complicar ações do governo Biden.

0
0
0
s2sdefault